top of page
  • Foto do escritorErica Greggio

Dois cafés da manhã, comparados

Ah, a paz de tomar um café da manhã sem me preocupar por não estar comendo ovos, aveia e mamão, e só comer o que me deu vontade. Meu 2021 começou sem dieta, sem plano alimentar, sem metas, consequentemente sem ansiedade, sem fracassos, sem me sentir mal por não conseguir seguir uma dieta perfeita. Nunca vou esquecer de uma das minhas consultas com a @nutriadrianalauffer, onde eu falava que só queria voltar a comer pão com manteiga no café da manhã sem me preocupar com a quantidade de proteína, se o carboidrato tava sendo exagerado, e ela me disse "tem que levar em conta o que comeu no restante do dia, talvez você não precise de tanta proteína no café da manhã porque já está comendo o bastante durante o dia".

Vamos analisar esses dois cafés da manhã? Primeiro, uma foto de um pão com manteiga, na imagem abaixo você pode ver todos os ingredientes desse café da manhã, leite com café (chora haters), 2 fatias de pão integral e uma quantidade de manteiga para passar no pão, embaixo vemos as informações nutricionais, veja que "PTN", a proteína, não está tão baixa, e mais importante, ela está de acordo com a sugestão das DRIs, recomendação de ingestão de proteínas, gorduras e carbs diária.




No café da manhã seguinte tem a aveia dormida que postei outro dia. Veja que esse café da manhã tem mais ingredientes considerados saudáveis, mais fibras, mais proteínas, e mais gorduras.



Onde eu quero chegar com essa breve análise, é que o café da manhã perfeito não existe, o segundo café da manhã tem mais gorduras, proteínas e fibras, isso traz saciedade, quer dizer que sua fome vai demorar para aparecer novamente. Por outro lado, o primeiro café da manhã é o mais comum no Brasil, eu cresci comendo isso quando acordava, é um café da manhã que as fadas fitness podem torcer o nariz, mas é um café da manhã emocional e cultural. Você aí que come cuscuz em todas as refeições, você não precisa trocar o cuscuz por quinoa (????)

Seja qual for seu objetivo, a solução nunca é tirar algo que você gosta do seu dia, e sim encaixar, e levar em consideração o que você comeu ou vai comer durante o dia todo.


Ps: se algum alimento específico te faz mal comprovadamente, então precisa tirar ele da sua alimentação sim.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page